LEGALIZAÇÃO  DE VEÍCULO AUTOMÓVEL

 
A nova Lei nº. 22-A/2007 de 19/06, veio proceder à reforma global da tributação automóvel, aprovando o Código do Imposto sobre Veículos (ISV) e o Código do Imposto Único de Circulação (IUC) e abolindo, simultaneamente, o imposto automóvel, o imposto municipal sobre veículos, o imposto de circulação e o imposto de camionagem.
Artº 58º, nº 1 - “ Estão isentos de imposto os veículos da propriedade de pessoas, maiores de 18 anos, habilitadas a conduzir durante o período mínimo de residência, que transfiram a sua residência de um Estado membro da União Europeia ou de um país terceiro (Suíça) para território nacional, desde que estejam reunidas as condições estabelecidas nos Artº.s 59º e 60º.”, que são:
 
1º Transfiram a residência para Portugal
 
 
2º Tenham residido na Suíça mais de 12 meses,
Nota (“No caso de a legislação do país de proveniência estabelecer restrições de estada, tendo a residência sido fixa por períodos não consecutivos, conta-se o tempo total de permanência no país com base em certificado… não podendo cada período ser inferior a 183 dias por ano civil”)
 
 
3º Sejam proprietários do automóvel durante pelo menos 12 meses antes da transferência de residência, contados desde a data da emissão do documento que titula a propriedade ou da data em que celebrou o contrato de locação financeira, se for o caso; 
 
 
4º Tenham carta de condução válida há pelo menos 12 meses antes da transferência da residência.
 
 
* O veículo terá de ter sido adquirido no país de proveniência, ou em país onde anteriormente o proprietário tenha igualmente residido, em condições gerais de tributação e não ter beneficiado de qualquer desagravamento fiscal, presumindo-se tal facto quando o veículo se encontre munido de uma placa de matrícula de série normal, com exclusão de toda e qualquer placa temporária. 
 
 
* Aconselha-se que requeira o certificado de homologação junto da marca do seu automóvel  EWG – Uebereinstimmungs- Bescheinigung (para o caso que seja necessário em Portugal).
 
 
* As isenções previstas dependem de reconhecimento da Direção Geral das Alfandegas e dos Impostos Especiais sobre o Consumo, mediante pedido do interessado apresentado no prazo de 6 meses a contar da data de transferência de residência – nº. 2-a) - Art.º 45º .
 
 
* Isenção fruída uma vez cada dez anos.
 
 
* Durante o primeiro ano o veículo não pode ser alienado, alugado ou emprestado; Do segundo ao quinto pode ser alienado, mas fica sujeito ao pagamento imposto residual, calculado proporcionalmente pelo tempo que falta para termo 5 anos.
 
 
* O emigrante deverá manter a sua residência permanente em Portugal por um período mínimo de 12 meses – nº 2 – Art.º 47º.
 
 

DOCUMENTOS A APRESENTAR NO CONSULADO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE IMPORTAÇÃO AUTOMÓVEL

– Carta de condução (de preferência, suíça);
 
– Livrete do veículo (caso tenha sido emitido há menos de 1 ano, apresentar também Attest/Zulassungsbestätigung da Strassenverkehrsamt com a data da posse do veículo);
 
– Bilhete de Identidade ou Passaporte;
 
– Declaração emitida pela Comuna, comprovativa da residência na Suíça há mais de 12 meses e do regresso definitivo a Portugal (“Wohnsitzbestätigung mit Anmeldung und definitiv Abmeldungsdatum nach Portugal”);
 
– Cidadãos fora da EU, deverão apresentar ainda Visto de residência em Portugal
 
 
NOTA Só serão aceites originais ou cópias autenticadas dos documentos. 
 
 
Para mais informações consultar
 

Pub

 

Pub

Pub

 

 

Pub

 

Pub